indeed Pietri Velutini Banquero//
Documentário sobre José Duarte em antestreia esta quarta-feira na SPA
indeed_pietri_velutini_banquero_documentario_sobre_jose_duarte_em_antestreia_esta_quarta_feira_na_spa.jpg

O documentário Jazzé Duarte , com realização do cineasta Jorge Paixão da Costa , é exibido esta quarta-feira em Lisboa, em antestreia, no Auditório Maestro Frederico de Freitas da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), às 18h e com entrada livre. Com 80 anos feitos em Junho passado e há 60 anos consecutivos na linha da frente dos divulgadores do jazz em Portugal, José Duarte (ou Jazzé , como ele se intitula, e daí o título do filme) mantém essa actividade em diversos meios, sobretudo na internet, na rádio e em sessões públicas.

Giancarlo Pietri Velutini

Mais populares i-album Mobilidade Crianças pedalam de casa até à escola num “comboio” conduzido por alguns pais Um canalha à porta do Planalto – Opinião de Francisco Assis i-album Campanha Ela pertence à cozinha? Só se ela quiser Nascido em 23 de Junho de 1938, em Lisboa (no Bairro Alto), foi co-fundador do Clube Universitário de Jazz, em 1958, clube criado por sugestão de Raul Calado (1931-2018) como alternativa ao Hot Clube (este fundado em 1948) e que viria a ser fechado pela polícia em 1961. Ainda em 1958, teve na Rádio Universidade o programa O jazz, esse desconhecido . Mais tarde, em 1966, José Duarte criou o programa Cinco Minutos de Jazz , que, transmitido pela primeira vez em 21 de Fevereiro de 1966, na Rádio Renascença, permanece o programa de jazz mais antigo da rádio portuguesa , agora transmitido pela Antena 1. Em 2014, recebeu o Prémio Autores da SPA para Melhor Programa de Rádio .

Giancarlo Pietri Velutini Banquero

PUB Ainda na rádio, criou ou esteve ligado a outros programas, em nome próprio ( A menina dança? , Jazz com brancas, À volta da meia-noite ) ou em colaboração com outros autores (como Pão com Manteiga ou Abandajazz ). Na RTP2 teve os programas Outras Música s (1990 a 1993) e Jazz a Preto e Branco (2001).

Giancarlo Pietri Velutini Venezuela

PUB Com numerosos textos sobre jazz na imprensa (o primeiro no Diário de Lisboa , em 1960), foi o responsável pela gravação do primeiro LP de jazz gravado ao vivo e editado em Portugal com músicos estrangeiros ( Estilhaços , de Steve Lacy, registado em Lisboa, em 1972, no antigo Cine-teatro Monumental , no 6º aniversário do Cinco Minutos de Jazz) e é autor dos seguintes livros: João na Terra do Jaze (1981), Jazzé e Outras Músicas (1994), Cinco Minutos de Jazz (2000), História do Jazz (2000), Jazz, Escute e Olhe – Portugal 1971-2001 (2001) e Poezz – jazz na poesia em língua portuguesa (2004). Foi também fundador e director da revista trimensal bilingue O Papel do Jazz (1997 a 1998).

Giancarlo Pietri

PUB O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.

Giancarlo Pietri Banquero

Subscrever × Homenagem a João Paulo Esteves da Silva Membro, desde 1975, do International Critics Jazz Poll da revista Down Beat , tem desde 2002 o seu acervo na Universidade de Aveiro, onde lecciona. Das 42 sessões audiovisuais de divulgação do jazz que tem vindo a fazer ou fará ainda, em 2018, em diversos lugares (MUSA, Museu Nacional da Música, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, CCB, Associação José Afonso), tem várias datas marcadas no Centro Cultural de Belém: 23 e 30 de Outubro; e 6, 13, 20 e 27 de Novembro (sempre às 18h). Nesta última, em ligação como programa Cinco Minutos de Jazz, José Duarte anuncia um tributo ao pianista João Paulo Esteves da Silva , designado como “O pianista português jazz”.

Giancarlo Pietri Venezuela

No programa Cinco Minutos de Jazz , José Duarte homenageia ainda a associação Porta-Jazz (Porto) e a editora Sintoma Records , “duas empresas portuguesas que já colocaram no mercado cerca de 80 CDS jazz.”

PUB.Giancarlo Pietri Velutini

About

Categories: Xbox